Início Geral Baixada Fluminense DRFC prende camelô que vendia produtos roubados em trem da Supervia
DRFC prende camelô que vendia produtos roubados em trem da Supervia

DRFC prende camelô que vendia produtos roubados em trem da Supervia

0
0

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) prenderam, nesta quarta-feira (10/05) o camelô Luis Antonio da Silva Botelho, 19 anos, pelo crime de receptação, durante diligências para apurar informações de cargas roubadas.

Os agentes espalharam-se por diversos vagões do ramal Belford Roxo dos trens da Supervia para coibir a venda de mercadorias roubadas e escoadas nas comunidades do Chapadão e da Pedreira.

Estrategicamente posicionados, os agentes, disfarçados, misturaram-se aos passageiros e também realizaram várias diligências no sentido de confirmar informações de investigação já em curso para desarticular a quadrilha de receptadores que atua dentro dos trens, procedendo à identificação de seus integrantes.

Durante a ação organizada, um indivíduo tido como líder dos camelôs que atuam no ramal de Belford Roxo e responsável pela captação dos ambulantes, conhecido como Bobão, não foi encontrado, mas os policiais conseguiram prender Luís Antônio, que vendia aos passageiros barras de chocolate Lacta, por valor bem inferior ao preço de mercado.

Segundo as informações, o chocolate fazia parte de uma carga parcialmente recuperada pela especializada no dia anterior, durante uma incursão no morro da Quitanda, Complexo da Pedreira.

Luís, também conhecido por Peri, confessou aos agentes que havia gasto R$ 50,00 para que lhe fosse entregue algumas caixas do chocolate vindo da comunidade da Pedreira, ciente de que se tratava de mercadoria de origem ilícita.

A prisão de Luís serviu para ratificar as informações que constam do inquérito instaurado pela delegacia e para a autoridade policial representar pela prisão de todos os receptadores que atuam na malha ferroviária da área metropolitana.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *